BoJack Horseman é uma m$#&da ou não?

[ESTE POST CONTÉM ALGUNS SPOILERS, DE LEVE, MAS CONTÉM]

Tema polêmico hoje haha. Como eu já confessei no meu post de Top 5 séries, eu tenho o costume de assistir muitos seriados ao mesmo tempo e alguns nem são tão bons. Às vezes, eu escuto muita gente falando sobre um seriado, mas não consigo encaixar ele no meu cronograma (eu não tenho um calendário certinho), mas tenho uma série por dia para assistir haha. Bom, BoJack Horseman foi uma série que fez muito sucesso ano passado, inclusive ganhou alguns prêmios na gringa, mas eu não tive tempo de encaixar no cronograma, o Matheus assistiu alguns episódios e falou “essa série é uma m$#&da”, daí veio o desafio: será que é mesmo?

Vamos a conclusão, da minha parte claro, acho que o Matheus ainda não mudou de ideia.

BoJack (Will Arnett) é um decadente cavalo que trabalha na TV. Uma estrela já esquecida de um seriado da década de 1990 chamado Horsin’ Around, ele disfarça sua baixa auto-estima com uísque e relações fracassadas. Com a ajuda de Todd (Aaron Paul), seu parceiro humano, e a ex-amante Princesa Caroline (Amy Sedaris), ele quer deixar novamente a sua marca no mundo do entretenimento.

via Adoro Cinema

Como você pode ver pela sinopse o protagonista é um cavalo, mas ele é retratado no seriado como um homem-cavalo (?), uma estrela decadente da TV. Dentre os outros personagens do seriado, é possível se deparar com uma mulher-coruja, um homem-cachorro, homem-homem e mulher-mulher. No começo isso pode ser um pouco complicado, pois eles se relacionam entre eles como se fossem todos do mesmo genêro e talvez não seja tão normal assim ver um cavalo bebendo e transando haha.

A série tem duas temporadas e a terceira já foi confirmada para 2016. São episódios de 25 minutos onde você vai ver de tudo, mas, principalmente, uma crítica pesada ao mundo das celebridades. Os dilemas são apresentados de uma forma que para algumas pessoas pode ser um pouco pesado, existem muitas piadas de humor negro e MUITAS críticas ao mundo de Hollywood.

Na primeira temporada, acompanhamos BoJack sempre bêbado e deprimido. Ele passa a maior parte do tempo assistindo a episódios do seriado que o tornou “famoso”, porém uma editora de livros acha que ele deveria (?) escrever uma biografia. Mas, bêbado e deprimido, ele não consegue escrever, e acaba ganhando uma ghost-writer, algo bem comum no mundo das celebridades, Diane Nguyen (Alison Brie) fica responsável por escrever o livro.

Porém, como nada é muito simples na história de BoJack, Diane namora seu arqui-inimigo, sr. Peanutbutter (Paul F. Tompkins), um homem-cachorro  que também teve um sitcom nos anos 90 e que aparentemente era uma cópia do programa estrelado por BoJack. É muito interessante acompanhar a relação dos dois e, claro, como não poderia ser diferente, BoJack acaba se apaixonando por Diane, mas não darei mais spoilers.

A segunda temporada acompanha BoJack após o lançamento da sua biografia, ele consegue um novo papel no cinema, entrevistas e até ganha um Emmy (?) pelo livro, mais uma crítica aí. BoJack tenta mudar de atitude e ser uma pessoa melhor, ele até tenta se exercitar e beber menos, mas nem tudo sai tão bem quanto esperado. Na segunda temporada, temos personagens que lembram famosos diretores de cinema, Quentin Tarantulino, e outros grandes atores de Hollywood, todos em situações de crítica ao mundo das celebridades.

Mas, e a conclusão, Ana?

Para mim BoJack Horseman é uma excelente comédia, mas porque eu gosto do estilo de humor que eles apresentam, é sádico, é humor negro em muitos momentos e a acidez está sempre presente. Conversando com alguns amigos eu coloquei a série da seguinte forma: Sabe Simpsons? Que é uma comédia escrachada com críticas a sociedade misturadas ali? Então, BoJack é o contrário, são críticas pesadas ao mundo das celebridades e um toque de humor. Não assisti nenhum episódio sem dar gargalhadas, mas também sei que nem todo mundo gosta desse tipo de humor.

No vídeo abaixo uma entrevista com Aaron Paul, vocês devem lembrar dele de Breaking Bad, ele fala de como é a série para ele, e a frase que pra mim que mais identifica BoJack Horseman é “Mas é certo dizer que a série é errada em todos sentidos possíveis…”

Eu achei a série sensacional, para não dizer mais, porém, realmente não é para qualquer público. Se você topar assistir, vá sem preconceitos ;). E também esteja preparado para ser criticado indiretamente.

E aí, já assistiu BoJack? O que achou? Compartilha com a gente nas redes sociais.

Você também pode me encontrar aqui 😉 

Compartilhe isso: