Os 5 jogos que mais marcaram minha vida

Faalaa galera,

Para quem acompanha um pouco o blog não é novidade nenhuma que eu sou um grande fã dos videogames… ganhei meu primeiro, um Super Nintendo, antes mesmo de completar quatro anos de idade e desde então jogar vem fazendo parte da minha vida. Esse Super Nintendo foi um dos pontos altos da minha infância.

Lembro como se fosse ontem que eu e o meu irmão morríamos de medo do Browser (pra quem morou numa caverna nos últimos 20 anos, esse é o vilão do Mario) e sempre que conseguíamos chegar na última fase do jogo saíamos correndo chamar um vizinho mais velho para ele matar o chefe no nosso lugar.

São incontáveis as aventuras que eu vivi com um controle ou mouse e teclado nas mãos, então resolvi escolher e contar para vocês quais foram os 5 jogos que mais me marcaram. Escolher esses jogos foi muito mais difícil que pensei que seria! Mas acho que essa lista final é o mais perto que vou conseguir de uma decisão:

Super Mario World:Super-Mario-World

“Nossa Matheus, que clichê, todo mundo sempre fala de Mario mimimi” Todo fala mesmo e isso tem motivo, esse jogo é bom pra #$%¨&*! Foi meu primeiro jogo e o responsável por fazer eu me apaixonar pelo mundo dos videogames. Eu era um dos sortudos que tinha uma fita do Mario que não salvava, mas mesmo assim, junto com meu irmão (como bom irmão mais novo sempre fui o Luigi) zerei esse jogo de centenas de vezes e por todos os caminhos possíveis. Desculpa, mas eu não respeito quem não gosta de Mario.

 

Crash Bandicoot: Crash Bandicoot

Nunca vou perdoar a Activision por tirar essa obra prima dos games do mercado!! Esse foi o jogo que me fez comprar implorar para minha mãe por um Playstation. Na verdade, comecei a jogar Crash com o meu irmão antes mesmo de ter o videogame, como não podíamos jogar em casa, nos vivíamos em uma locadora que ficava perto da casa da minha vó, nós até compramos um memory card para salvar o progresso para o próximo dia. Nem sei quantas horas passei pulando em caixas, rodando e jogando maças na pele desse cachorro/raposa/rato.

 

Counter Strike:Counter Strike

A receita de CS não poderia ser mais simples, bandidos tentando fazer bandidagens contra mocinhos tentando impedir (no caso terroristas e contra-terroristas). O jogo não tinha história e nem gráficos impressionantes, mas seu multiplayer VICIANTES arrastou milhões e milhões de jovens, incluindo esse que vos escreve, para as recém nascidas Lan House. Costumo dizer que CS foi minha droga de entrada para o mundo dos jogos competitivos multijogadores, foram horas e horas na frente do computador durante o dia e nas madrugadas, os famigerados corujões, muitos dos amigos que tenho hoje, fiz nessa época de Lan House.

 

Cabal Online:Cabal Online

Se Counter Strike é a droga de entrada os MMORPGs são o craque! MMOs foram o tipo de jogo que, de longe, mais me dediquei e dentre eles resolvi destacar o Cabal Online (foram quase 3 anos), poderia ser qualquer outro. Jogar um MMO é uma experiência completamente diferente de qualquer outro tipo de jogo, esses jogos têm uma sociedade virtual própria e conseguir um lugar no topo dessa sociedade é uma verdadeira aventura. Mas digo uma coisa por experiência própria, não importa qual MMORPG você escolha jogar, de Tibia à World Of Warcraft, o que faz a coisa ficar realmente divertida é ter um grupo bom de amigos jogando junto, as horas que passei no skype ou Team Speak conversando com meus amigos são impagáveis, o jogo era só um plano de fundo, um plano de fundo muito viciantes, mas só um plano de fundo.

 

FIFA:FIFA

Não tem jeito, brasileiro gosta mesmo é de futebol e no videogame a coisa não é diferente. Decidi colocar FIFA porque é o que estou dando show jogando atualmente, mas poderia ser Pro Evolution Soccer ou mesmo International Super Star Soccer Delux. Jogos de futebol foram unanimidade minha vida toda, tive minha fase dos jogos de plataforma, dos MMOs, das Lan House e muitas outras, mas nunca deixei de reunir os amigos para umas partidinhas de futebol, no começo com um copinho de leito, depois refrigerante e agora cerveja, FIFA tinha que fazer parte dessa lista.

 

Jogos sempre fizeram parte da minha vida e me moldaram para ser o adulto que sou hoje, foram tantos que tive que deixar alguns de fora dessa lista (desculpa Final Fantasy!). Quero ver a lista de tudo mundo aqui nos comentários em!?

Gostou do post? Me acompanhe nas redes sociais 🙂 

 

Compartilhe isso:
  • Alexander Rieger Hippler

    Se tivesse jogado skyrim estaria no topo da lista… Só dizendo…

  • Pingback: O que estou jogando agora? Civilization 5!()

  • Rafael Rocha Camargo

    Cabal nunca vai ser o craque, essa posição já ocupada pelo tíbia. Nem som aquilo tem.

    • Matheus Reis

      De Tibia eu grazadeus, passei longe!