And the Oscar goes to… Indicados ao Oscar 2016 – parte 2

Hey ho!

Vamos terminar as apostas para o Oscar 2016? Bom, no post de semana passada, apresentei os indicados a melhor filme. Houve alguns momentos de discórdia, principalmente por que eu acredito que o filme do Leo DiCaprio não vai levar a principal estatueta da noite haha.

O post de hoje promete mais polêmica então, já que vou apresentar os indicados a “Melhor Ator”, “Melhor Atriz”, “Melhor Ator Coadjuvante” e”Melhor Atriz Coadjuvante”, e quais são minhas apostas em relação a essas estatuetas. Sem mais delongas, vamos aos indicados.

Indicados a Melhor Ator

Bryan Craston, “Trumbo: Lista Negra” (original “Trumbo”)

De onde você conhece esse nome? Muito provavelmente você não vai se lembrar, mas esse é o nome real de Walter White, o Mr. White de Breaking Bad. Se você se lembrou, vai também reconhecer que ele é um excelente ator, correto? A indicação é por um filme baseado em fatos reais, sobre um roteirista de Hollywood que durante a Guerra Fria teve vários problemas com o governo norte-americano por ter se filiado ao partido comunista. Trumbo foi preso, e mesmo depois de libertado, ele e vários de seus colegas sofreram com sanções de Hollywood e do governo.

Matt Damon, “Perdido em Marte” (original “The Martian”)

O filme é indicado a “Melhor filme”, então já falei alguns detalhes sobre ele no post anterior. São duas horas seguidas de Matt Damon, e em vários momentos você ri com ele, você quer chorar com ele, entrar em desespero. É um personagem que gera empatia, e isso só é possível pela grande atuação de Matt.

Leonardo DiCaprio, “O Regresso” (original “The Revenant”)

Certo, quem não conhece Leo DiCaprio? A menos que você estivesse vivendo em Marte como Matt Damon, certamente já viu algumas atuações do DiCaprio e com certeza simpatiza com o fato de ele estar sendo apontado como grande ganhador dessa estatueta. Convenhamos, dessa vez ele realmente foi além, ser enterrado vivo, brigar com um urso, ficar duas horas e meia andando na neve sem fim, tentando sobreviver a americanos, índios e franceses, o cara é um herói. E o Leo já ganhou outros prêmios por essa atuação, o mais importante até agora foi o Globo de Ouro, no vídeo abaixo o discurso que ele fez na ocasião.

Michael Fassbender, Steve Jobs

Esse filme tem algo de estranho, não conta uma história real, é tudo basicamente “liberdade criativa”. Inclusive a escolha de Fassbender para o papel, visto que ele não tem nada em comum com o real Steve Jobs. O filme é bom, não vi nada de extraordinário e olha que esse é o tipo de história que gosto de acompanhar. Foi uma ficção do começo ao fim e Fassbender foi bem, dentro das limitações do próprio filme. Não tão caricato quanto sabemos que Jobs poderia ser.

Eddie Redmayne, “A garota dinamarquesa” (original “The Danish Girl”)

Você deve se lembrar de Redmayne por ter ganho o Oscar no ano passado, certo? Em uma interpretação impecável de Stephen Hawking. Bom, este ano ele está de volta com mais uma atuação estonteante. No filme “A garota dinamarquesa” ele interpreta uma das primeiras transexuais do mundo a passarem por um cirurgia de mudança de sexo. A história é real e baseada na vida de duas pintoras Lili Elbe e Gerda Wegener. É um filme pesado, daqueles em que você precisa fazer várias pausas para respirar. E Redmayne conseguiu mais uma vez, ele se transformou na personagem. Sinceramente, enquanto assistia, só conseguia pensar que o Oscar com certeza merecia ser novamente dele.

And the Oscar goes to… Eddie Redmayne.

Brinks haha Acredito que o Leo vai finalmente ganhar o Oscar, e ele tem muitos méritos para isso. Mesmo eu não tendo gostado muito d”O Regresso” tenho que admitir que o DiCaprio se distanciou de atores normais com esse papel, o tamanho dos desafios e da interpretação fazem com que ele realmente mereça esse Oscar. E, afinal, como ele diz, ele realmente estava naqueles rios, se arrastou na neve com uma pele de urso e foi meio que enterrado vivo. Mas eu, pessoalmente, daria o Oscar para o Redmayne, mas acho que não vai acontecer uma dobradinha de Oscar tão cedo.

Indicados a Melhor Atriz

Cate Blanchett, Carol

Um filme que não recebeu tanta atenção assim, mas muito bom também. Conta a história de Carol, o papel de Cate, que nos anos 50 está passando por um divórcio, é lésbica e se apaixona por uma atendente em uma loja. A história passa bem rápida, com as moças vivendo um rápido romance inocente, pouco tempo depois de se conhecerem as duas estão viajando pelo país. Pelas minhas pesquisas a história não é baseada em nenhum história real, mas em várias histórias separadas. É um belo drama, com belas paisagens, excelente música e muito boas atuações. Cate Blanchett do alto de sua experiência está nada menos do que sensacional.


Brie Larson, “O quarto de Jack” ( oiginal “Room”)

Outro filme que também está nos indicados ao Oscar de Melhor Filme, então falei um pouco melhor sobre ele no post anterior. Confesso que não conhecia essa atriz antes desse filme, a atuação dela é sensacional, faz você criar empatia por todo o sofrimento que ela está passando, sem dúvida. Foi a ganhadora do Globo de Ouro deste ano por essa atuação.

Jennifer Lawrence, “Joy: O nome do sucesso” (original “Joy”)

Jennifer Lawrence tem sido a queridinha da academia nos últimos anos, isso porque suas atuações são todas fantásticas e dificilmente você consegue relacionar um de seus personagens com outros, mesmo que muitos de seus filmes sejam lançados e estejam em foco ao mesmo tempo. Por exemplo, Joy, o filme pelo qual ela esta sendo indicada é diferente de todas as outras atuações que ela fez até hoje. O filme é baseado na história real de uma grande empresária norte-americana, que fez muito sucesso com mais de 100 ideias patenteadas no mundo até hoje. O filme também tem uma liberdade criativa, não é totalmente real, mas Jennifer está sensacional com um lado cômico, trágico e real dos acontecimentos. Se você ainda não assistiu ao filme, também deveria.

Charlotte Rampling, “45 anos” (original “45 Years”)

Esse foi o último filme que assisti da maratona do Oscar, e confesso que não entendi muito bem a proposta. Conta história de um casal prestes a completar 45 anos de casados e que recebem uma notícia que não esperavam. A notícia faz com que Kate, Charlotte, coloque em xeque todas as decisões que eles tomaram juntos até ali. O filme foi muito bem escrito, tem uma dose de drama que eu não gosto muito e talvez por isso não tenha conseguido simpatizar com Charlotte como uma vencedora do Oscar.

Saorise Ronan, Brooklyn

Também é um filme indicado ao Oscar de Melhor Filme, porém esse é o filme que eu ainda não entendi o que está fazendo lá. Assim, também não entendi a indicação de Saorise a melhor atriz. Não conheço ela de outros filmes, então não sei dizer se ela é de fato uma boa atriz ou não. O que sei é que não consegui simpatizar com o filme, e ela sendo protagonista, tem sua parcela de culpa.

And the Oscar goes to… Brie Larson.

Sem dúvida Brie trilhou um excelente caminho até aqui. A atuação dela em Room faz com que você realmente queira simpatizar com ela, e resgatá-la do sofrimento. Como vencedora do Globo de Ouro ela já sai na frente como uma das preferidas ao Oscar e merece mesmo, espero ter a oportunidade de vê-la em outros grandes filmes daqui pra frente.

Indicados a Melhor Ator Coadjuvante

Christian Bale, “A grande aposta” (original “The Big Short”)
Tom Hardy, “O regresso” (original “The Revenant”)
Mark Ruffalo, “Spotlight” 
Mark Rylance, “Ponte de Espiões” (original “Bridge Of Spies”)
Sylvester Stallone, “Creed”

And the Oscar goes to… Sylvester Stallone.

Stallone ganhou o Globo de Ouro desse ano, e parece que realmente vai levar esse Oscar também. E sinceramente, ele realmente merece. Desde 1979 interpretando o mesmo papel e ainda conseguir ganhar a empatia do público. Acredito que o Balboa levará o Oscar.

Indicados a Melhor Atriz Coadjuvante

Jennifer Jason Leigh, “Os oito odiados” (original “The Hateful Eight”)
Rooney Mara, “Carol”
Rachel McAdams, “Spotlight”
Alicia Vikander, “A garota dinamarquesa” (orignal “The Danish Girl”)
Kate Winslet, “Steve Jobs”

And the Oscar goes to… Alicia Vikander.

Acredito que Vikander pode surpreender e levar esse Oscar, mas muitas apostas estão sendo feitas em Kate Winslet. “A garota dinamarquesa” é um filme não tão popular, o que realmente pode fazer com que Vikander não seja a grande vencedora.

E aí, já fez a sua maratona do Oscar? Quais suas apostas?

Você também pode me encontrar aqui 😉 

Compartilhe isso: